Fátima, Portugal

Uma questão de fé.

O santuário de Fátima foi erguido a partir de uma pequena capela, em 1919, a pedido de Nossa Senhora à três crianças, que pedem ajuda ao pedreiro Joaquim Barbeiro, que em obediência e devoção, a ergue em 1 mês.  Hoje, a pequena capela é chamada de a Capela das Aparições, que era onde as três crianças, Jacinta, Lúcia e Francisco, mais conhecidos como “pastorinhos”, encontravam-se com Nossa Senhora.

A Capela das Aparições não foi dando conta da presença de tanto peregrinos até que em 1928 é construída uma basílica, a primeira, a Basílica de Nossa Senhora do Rosário.

Com o passar dos anos, os peregrinos continuavam se multiplicando, chegando a 6,5 milhões, e mais uma basílica é feita e entregue em 12 de outubro de 2007. A nova basílica é em honra à Santíssima Trindade, e pode abrigar mais de 8.600 pessoas de uma só vez. A basílica foi desenhada pelo arquiteto grego,  Alexandre Tombazis.

Há outros pontos no Santuário que não podem ser esquecidos, como o recinto de orações, os valinhos – que tem uma Via Sacra e a Colunata juntamente com a Capela do Sagrado Lausperene ao fundo, que era onde havia a hóstia consagrada para adoração, hoje está na Basílica da Santíssima Trindade.

O dia oficial de Nossa Senhora de Fátima é o dia 13 de Maio, com certeza, o dia mais movimentado do ano. Mas todo dia 13 é dia de Maria, portanto o local está sempre cheio.

Como ir a Fátima?

De carro.

Para quem vai de carro é super fácil, a estarda é muito bem sinalizada. Para quem está fazendo um passeio de Lisboa a Porto, é uma ótima opção de parada.

Uma opção bem maluca mas que vale a pesquisa na época da sua viagem, é ir de Uber, veja a estimativa aqui. A tarifa de Lisboa até Fátima, em 2017, fica em torno de 90 a 120 euros, no modelo de Uber simples. Se você for rachar essa conta com amigos, talvez seja um bom negócio. Verifique como você pode voltar, já que em Fátima não existe o serviço de Uber. Tem rodoviária.

Ônibus

De ônibus, há duas opções. Tanto de Coimbra, Porto, como Lisboa, existem muitas excursões até Fátima, dessas que saem da porta dos hotéis. Talvez a melhor forma seja você contactar a sua hospedagem e perguntar se eles têm indicações de passeios.

No caso de você querer algo mais autônomo, existe um ônibus de rodoviária. Esses ônibus dispõe de diversos horários. O mais cedo sai as 7 da manhã, que é um ótimo horário para passar o dia e ainda voltar até o finzinho da tarde. Você pode pegá-los no Terminal Rodoviário de Sete Rios (Rede Expressos), na Praça Marechal Humberto Delgado, Lisboa. O ônibus lhe deixará a 15 min, a pé, do Santuário.

Trem

Essa só será uma boa opção ser você estiver hospedado ao lado da estação de trem. Em geral, não é a melhor forma de se ir a Fátima. Não é uma viagem tão confortável, nem mesmo barata e ainda quando você chegar ao Santuário, estará longe ao menos 25 km de distância.

Onde almoçar tranquilamente em Fátima?

Existem alguns bares e pequenos restaurantes ao redor da área religiosa da cidade, mas há um restaurante simples e de comida maravilhosa, que fica um pouquinho mais longe (talvez seja interessante pegar um taxi, porque ele fica numa ladeira) chamado, O Crispim. Espetacular!!! Uma amiga portuguesa me indicou e ao chegar lá, descobri que ele é o queridinho dos peregrinos brasileiros, principalmente para quem está com crianças. Os garçons são muito amáveis e fazem todas as vontades da criançada… Quer batata frita, tipo a da vovô? Aquela de verdade que a batata foi descascada pela mão de alguém e alguém cortou e fritou… tem lá! Nada de batata de saco pronta. Bifinho, franguinho, peixinho… eles têm de tudo. E sorvete para colocar um sorriso na criançada peregrina. Vale a pena parar e gastar esse tempinho de sentar-se com calma por lá, antes ou depois das suas orações.

Perto dos dias 13 dos mês, convém fazer reserva porque há um volume maior de visitantes na cidade.

Mas e a parte das crianças?!

Bora a ela… Então, realmente a cidade de Fátima não oferece nada em especial para crianças. Parece que a cidade está toda voltada para os peregrinos, o que o fazem muito bem. Não tem como não estar a vontade por lá. A atmosfera é maravilhosa.

Acaba que a diversão da sua criança fica mais no como você vai lidar e apresentar esse lugar e a situação a ela. O contar a história de que, N. S. apareceu para três criancinhas tão pequenas já os faz ficar atentos e levar o passeio como sendo algo agradável… tire proveito das fotos lindas que pode fazer por lá… dá para brincar e se divertir com elas. Se tiver acesso, leve balões de festa coloridos (desses de encher) para a sua criança brincar um pouco com o vento… muitas crianças corriam sem destino no enorme pátio que fica entre os locais de orações quando estive lá… e sendo uma brincadeira inocente e respeitosa, ninguém se importa…

Para quem acompanha o blog, sabe que eu não sou dada a esse tipo de dicas de “faça você mesmo”, eu prefiro apontar um lugar, uma atividade pronta a ser feita… mas de fato em Fátima, o clima é outro…

Mas, se ainda assim você quiser algo realmente pronto e direcionado para crianças, a minha sugestão é que você vá a Fátima de carro. Opte por ir a cidade na parte da manhã, porque a sua criança estará mais descansada. Depois almoce em Fatima e vá para Coimbra. O contrário tb funciona, sair de Coimbra para Fátima, mas acho que tem bastante coisa para ser feita em Coimbra, por isso seria interessante pernoitar. Coimbra fica relativamente perto de Fátima. Lá terá a Portugal dos Pequeninos, um parque temático que mostra os locais que foram descobertos pelos portugueses e outros passeios para os pais.

You might also enjoy: