O que visitar em Stockholm.

Talvez, para muitos, o cartão postal de Stockholm sejam os prédios da  rua Skeppsbron. São umas gracinhas, mas há muito mais para se colocar no posto de cartão postal por lá, principalmente a vista do mar.

Como economizar nas atrações.

Para quem for passar mais de 3 dias em Estocolmo, sugiro a compra do  Stockholm Pass. Esse passe lhe dará direito a alguns transportes e a entrada em diversas atrações, incluindo os museus.

As principais atrações de Estocolmo.

Para quem está só de passagem, não pode deixar de ver: Palácio Real,  Gamla Stan, Skansen, Vasamuseet, Drottningholm Nordiska museet, Sky View e um passeio de barco.

Se você tiver mais tempo pela cidade, há muito mais atrações para se conhecer, como o Museu Nobel e o Museu de Ciências que são imperdíveis! Há também um parque de diversões no meio de Estocolmo, o Gröna Lund. Para quem está com crianças é uma ótima parada para relaxar.

Palácio Real

O palácio real é em cima de um belo monte. A subida não é tão ingrime mas é uma subidinha… ginástica, rsrsrs. Chegando na porta do palácio, aproveite para tomar um fôlego apreciando a linda vista que terá a sua frente.

Já na porta acontecem as surpresas. Terá um soldadinho daqueles treinados para ser imóvel até com a criança mais engraçada. Eles dão informações e são muito gentis, mas no geral, ficam lá na sua posição que não sei o nome, rsrsrs!

A entrada no palácio é gratuita e terá um pátio, nada mais. Se você desejar entrar no museu do palácio, há um pagamento. Pelo que entendei, o museu que ali estava, falava sobre as armas e tesouros da monarquia da Suécia ao longo dos séculos.

Na saída do museu, demos a sorte de assistir a troca da guarda. É bem interessante, mas confesso que esqueci de me informar sobre os horários que as trocas acontecem.

A Gamla Stan

É na ilha de Gamla Stan que estão os lindos prédios da rua Skeppsbron. O dito cartão postal de cidade.  Essa é parte mais antiga de Estocolmo, onde efetivamente a cidade nasceu.  As ruazinhas são super bem conservadas e há muito o que ver no diferente comércio. Para as crianças, as sorveterias com banquinhos nas janelas já são uma curtição, mas não deixe de levá-las a fábrica de balas mais antiga da Suécia, a Polkagriskokeri. Tudo é feito manualmente até hoje.

 

10 Lilla Nygatan, Estocolmo 111 28, Suécia

Skansen Museet

Eu diria que essa dica é para quem está com crianças, mas na verdade não… os adultos também vão se divertir!

Esse é um museu diferente, para começar é a céu aberto e com um zoológico que abriga espécies bem curiosas que não temos no Brasil. A visita, efetivamente ao museu, acontece de um jeito surpreendente, é com a interação dos seres vivos. Você vai andando pelo museu e conversando com as exposições, rsrsrs! Tipo o filme Uma Noite no Museu.

Djurgarden 49-51, Estocolmo 115 93, Suécia

Visite o site do museu aqui, para ver a agenda e o horário de funcionamento, principalmente se a sua viagem for no frio.

Vasa Museet, vulgo museu do barco

Vasa é um navio de guerra sueco, construído em 1628, a mando do Rei Gustavo Adolfo II. O Vasa tinha como propósito ser o navio mais potente, forte e inovador da época, mas que naufraga a menos de 2 km do porto de partida logo na primeira viagem. Dentro dele, havia muitas riquezas, armas, alimentos e uma tripulação imensa.

Por que ele naufragou? Um erro no cálculo! O navio foi construído com a parte superior muito pesada e o tamanho do lastro foi calculado menor do que deveria ser, o que provocou a instabilidade do navio. Mas o rei estava impaciente e pôs para zarpar…

 Houveram algumas expedições na tentativa de salvar as riquezas do navio ao longo dos séculos, mas só em 1950 é que se consegue novamente localiza-lo e começar de fato um plano tecnológico e estratégico de resgate do navio, uma vez que os mergulhadores constataram, que o navio apesar de tanto tempo no fundo mar, continuava intacto!

Mas só em 1961 é que se consegue de fato trazê-lo a superfície. O navio e os objetos encontrados são todos restaurados e posto em um estaleiro, que em 1987, torana-se o museu Vasa.

Endereço: Galarvarvsvagen 14 | Djurgarden, Estocolmo 115 21, Suécia

Visite o site do museu aqui e saiba os horários de funcionamento.

Sky View

O Sky View, é um elevador num formato redondo, de bola mesmo, que irá a  130 metros a cima do nível do mar. O elevador está do lado de fora do prédio da Ericsson Globe. O passeio consiste em assistir um filme sobre a construção do prédio e subir no elevador que lhe proporcionará a vista da cidade.

Esse passeio precisa ser agendado, porque os tickets tem horários e o número de pessoas é limitado. Sinceramente, é um passeio legal, mas só faça se tiver tempo. Não é imperdível… mas todo mundo quer ir… De verdade, é tão alto que até se vê toda Estocolmo mas em escala de formiguinha. Mas é legal…

Endereço: Globen, Globentorget 2, 121 77 Stockholm, Suécia

Veja aqui o site do elevador.

Drottningholm Nordiska museet.

Ave! Fala esse nome! rsrsrs! Trata-se do museu nórdico, mais fácil assim…

Esse museu está na ilha Djurgarden e conta a história do povo da Suécia. É bem interessante e faz parte do roteiro básico “estive na Suécia”.

Endereço: Djurgårdsvägen 6–16 | Djurgarden, Estocolmo 115 93, Suécia

Veja aqui os horários de funcionamento do museu.

Outras atrações que gostei…

Eu adorei ter ido no muse da ciência, no Nobel, Fotografiska e adoraria ter ido no museu do ABBA, isso mesmo da banda do “dancing queen…”, mas não deu tempo… fica a dica para você ir e depois me conta!

Museu da ciência e tecnologia, Tekniska.

Nós gastamos a manhã toda nesse museu. Foi o máximo! Minha família é antenada com tecnologia, não necessariamente eu, rsrsrs, mas foi muito curioso e divertido. Esse museu é meio contramão mas para quem curte tecnologia, vale a pena.  Olha eu relembrando a minha época de alimentar o Tamagotchi.

Endereço: 7 Museivaegen | Box 27842, Estocolmo 115 27, Suécia

Entre aqui e veja os horários de funcionamento do museu.

Nobel, o museu dos prêmios.

Confesso que eu esperava mais, mas não foi ruim. Meus filhos adoraram porque fazíamos correlações com os anos de nascimento deles e víamos o que estava acontecendo na matemática, na ciência, na “paz” do mundo naquelas épocas, e aí sim ficou interessante para eles. Do contrário teriam sido muitos painéis a serem lidos e algumas coisinhas interativas para serem vistas, mas foi bom! Gostei de ter ido… se eu não passasse por essa experiência ficaria com o gostinho que sinto hoje por não ter ido no ABBA, rsrsrs!

Endereço: 2 Stortorget | Gamla Stan, Estocolmo 111 29, Suécia

Veja aqui os horários do museu.

Fotografiska

Eu estive nesse museu muito rapidamente, porque o objetivo da nossa ida era participar de um casamento que aconteceu no restaurante do segundo andar, que aliás, tem a vista mais linda de Estocolmo! Tome nem que seja um cafezinho nesse restaurante porque vale a pena!

O museu em si, é para quem aprecia fotografia, claro! As exposições são temporárias e os artistas diversos.

As fotos são simplesmente incríveis!!!!! Super bem boladas e acredito que a qualquer época, com qualquer exposição e artista que esteja no momento da sua visita você vá se surpreender, porque com certeza o curador do museu é o maior de todos aqueles artistas. Ele ou ela, só escolhe fotos absolutamente surpreendentes, criativas, bonitas, fortes ou delicadas e ainda assim cheias de significado. Amei!

Endereço:  Stadsgårdshamnen 22, 116 45 Stockholm, Suécia

Veja aqui os horários do museu.

ABBA Museum

Vai lá e me conta?!

Veja maiores informações aqui no site.

Passeio de barco

Existem vários tipos de passeios de barco em Estocolmo, é tudo uma questão de bolso, rsrsrs!

É possível alugar lanchas e pequenos barcos para passeios particulares, mas como sou uma pobre mortal, meu passeio foi de Ferryboat mesmo.

Existe um passeio a noite que parece ser bem bacana. É em um barco mais legal e com jantar a bordo, mas eu não tinha feito a reserva antes da viagem e não foi possível fazê-la quando cheguei. É permitido crianças. Seguem aqui as informações a respeito.

Mas voltemos ao ferry boat.

Caso você tenha comprado o  Stockholm Pass, o seu passeio deve estar pago no passe e é só você ir até o porto de Slussen, terão muitos ônibus que lhe deixarão lá e o metrô também tem uma estação próxima ao porto.

Se você não tem o passe, não há problema, ele pode ser adquirido na hora mesmo, nos guichês do porto.

Eu tenho que dizer que não entendi muito bem quais eram as minhas opções de viagem ali na hora, mas como eu já havia estudado sobre a ilha Fjäderholmarna e era para lá que eu queria ir, fui!

A ilha Fjäderholmarna é bem atrativa para famílias porque é super tranquila, e você pode tomar um drink enquanto a criançada brinca. Foi o único lugar que eu encontrei artesanato, pode ser que eles estivessem aos meus olhos no centro mas com crianças a gente fica meio cego… rsrsrs! A viagem é  meio demorada para as crianças, entre 20 e 30 min. Havia banheiro no barco. Confesso que não lembro muito bem a respeito de alimentação… eu acho que comprei água, mas enfim… se estive com criança, leve algo.

 

 

You might also enjoy: