Eu e meus pais em Dublin, dá para curtir? Dá!!!

Vamos combinar que +65 anos hoje são os novos +45? Eles estão super dispostos fisicamente e a cabeça super jovem! Por que não aproveitar esse mundão e conhecer lugares e culturas diferentes?

Alguns cuidados são necessários quando viajo com os meus pais. Um roteiro bem desenhado sempre faz parte dos meus planos: lugares de apoio como alimentação e banheiros previamente mapeados, cálculo de tempo livre para apreciação e descanso, estão sempre anotados no roteiro.

A minha mãe está fisicamente muito bem e não há dúvidas quanto ao seu pique, mas ela tem outro tempo! Não podemos nos esquecer que viver em uma determinada geração faz a pessoa ter um outro tempo de degustar a vida. Eu sou toda rapidinha: Tá visto! Tá feito! Já a minha mãe demora uns 15 minutos mais do que eu e não adianta apressá-la; é o tempo dela. E sabe? Quando começamos essas viagens eu me pegava bem impaciente, mas depois eu aprendi que está dentro da experiência do passeio vivenciar o tempo dela, algo novo para mim. Nas últimas viagens já era ela quem dizia: Tá visto, né Carla? Vamos?

Programe-se! 2, 3 ou 4 dias?

Dublin é uma cidade pequena mas cheia de atrações. Além da cidade em si, existem alguns destinos turísticos que precisam de um dia inteiro dedicado à eles por causa do deslocamento.

Se estivermos montando um roteiro para pessoas com mais de 65 anos fisicamente menos ativas, eu sugiro investir em 3 noites sem sair de Dublin. A cidade é pequena, mas a maior parte do deslocamento é a pé, isso cansa um bocado e leva tempo do seu dia.

Aqueles que desejam sair de Dublin e são fisicamente ativos, vão precisar de 3 noites e 4 dias. Quem não for fisicamente ativo, sugiro acrescentar mais um pernoite.

O dia extra seria para o deslocamento de um dos destinos mais visitados em Dublin, as falésias da Costa Oeste, que fica na Vila de Liscannor chamdas de Cliffs of Moher.

Você levará aproximadamente 3 horas de carro. Esse passeio dura em torno de mais 3 a 4 horas no local e mais 3 horas de carro para o retorno. O local tem infraestrutura de banheiros e alimentação. Junto com o passeio ao Cliffs, você acabará fazendo o passeio pelo parque ecológico que é onde essa infraestrutura encontra-se.

Para esse passeio, eu recomendo que você feche tudo antes, com guia ou uma empresa indicada pelo seu hotel. Não é fácil encotrar carros disponíveis, sem reserva prévia, para essa viagem. É preciso verificar a data da sua visita, pois esse passeio tem períodos de abertura.

Visite o site www.cliffsofmoher.ie , lá você encontrará as datas para visitação, explicações históricas e geográficas, além da compra de tickets antecipada. www.cliffsofmohertours.ie

Sobre acomodações

Aqueles que não curtem passeios com aventura, estrada, natureza… o melhor é mesmo ficar por Dublin. Eu recomendo pelo menos 2 pernoites e 3 dias, para uma turma muito focada e rapidinha no passo. Será cansativo mas nada que uma noite em uma boa cama não dê jeito!

Aliás, para quem vai fazer tudo rapidinho e em 2 dias, investir em um hotel mais confortável vale a pena. Os hotéis em Dublin são bem caros e o preço não corresponde ao conforto. É necessário uma boa pesquisa e alguma antecedência para ter os melhores preços.

Airbnb para +65, eu aconselho cautela e uma boa recomendação. Grande parte das acomodações de Airbnb são residências de estudantes que estarão fora por um período e fazem um troco com a sua visita. Alguém da “galera” é que irá lhe receber e resolver tudo que precisar. Pode dar certo, como pode não haver o comprometimento esperado… é sorte! A vantagem dos Airbnb desses estudantes é que, geralmente, eles são super bem localizados e centrais.

Se você for sensível ao barulho, verifique sempre os comentários sobre as acomodações; estar perto dos bares pode significar que você conseguirá dormir perto das duas da manhã e acordar às quatro com a movimentação dos caminhões de retirade de lixo e de galões do cerveja.

Dublin – Prioridades.

A minha sugestão é organizar o roteiro baseado nesses dois pontos que não são perto um do outro mas que possuem um horário muito restrito. A Catedral St. Patrick e a Cervejaria Guinnes. Verifique no Mapa o que vale mais a pena fazer por perto e monte o seu roteiro.

A Catedral St. Patrick é de ano de 1038! A Catedral tem horários bem restritos de entrada para visitantes porque há missas no local. O valor da entrada é um pouco salgado se comparado a entrada de outros museus mas vale muito a pena. Para maiores informações entre no site www.saintpatrickscathedral.org .

Uma curiosidade é que interligado pela Catedral, há um museu Viking chamado Dublinia, mas você consegue chegar nele também por fora.

Aqueles que forem com as crianças, existe um parque com brinquedos na lateral da igreja e é um ótimo local para um piquinique.

Cervejaria Guinnes

O meu pai adorou!

A Cervejaria Guinnes é incrível! São diversos andares que lhe promovem muitas experiências. Você poderá degustar algumas cervejas que já estão incluídas na compra do seu ticket, esses podem ser adquiridos  no www.guinness-storehouse.com .

Existem, se eu não estou lembrando errado, dois resaturantes dentro da Cervejaria e isso fará com que você organize melhor o seu roteiro quanto a horário. Observe os valores dos pratos se estão de acordo com o valor que você deseja desembolsar.

A ida e volta pode ser feita por um ônibus de turismo direto para a Guinnes. Existe um ponto de encontro e horários disponíveis no site, e é isso que torna esse passeio menos flexível quanto aos horários. Caso você opte por outros transportes, o horário mais indicado para chegar na cervejaria é perto das 16h. O por do sol visto do bar todo de vidro do último andar é incrível!

St. Audoen`s Churches

Para quem curte explorar rotas não tão turísticas, a St. Audoen`s é uma grata surpresa. Você terá uma linda vista através das janelas medievais e fará um bom exercício! Prepare-se para as escadas.

Para quem curte museu

Os dois museus mais visitados são o The National Gallery of Irland  e o National History Museum. Se você tiver que escolher um dos museus, pense da seguinte forma: Para quem não é um apreciador de pinturas, principalmente se desconhece totalmente o nome dos pintores Irlandeses, talvez o National History Museum seja mais interessante. Aqueles que preferem se surpreender, o Gallery atenderá as suas expectativas.

Pontos inusitados

Dentro do parque Marrion Square tem uma estátua do escritor irlandês Oscar Wilde. E para quem é fã do U2, essa é a sua chance! O primeiro studio de ensaios da banda Hanover Quay Studio, fica na The Sound Studio, Hanover Quay. Mais informações, veja no site www.u2tour.de Eu não consgui fazer esse passeio. Me conta o que você achou!

Aqueles que curtem ar puro, o St. Stephen`s Green é um parque ótimo para caminhada, apreciação da natureza e reflexão. Outro ponto, não tão perto, mas com a mesma intenção de caminhada e relexão é um passeio na margem do Rio Liffey, que abriga um conjunto de estátuas que conta a história da Grande Fome da Irlanda em meados de 1845.

Famosos em Dublin

A rua mais famosa em Dublin é sem dúvida a O`Connell Street, que tem ao fundo ou no início dela, como preferir, o monumento Spire. Uma agulha gigante de 120 metros de altura. Seguindo por essa rua em direção a O`Connell Bridge, você pode passar pelo Rio Liffey, o qual tem as estátuas representativas da Grande Fome e de lá, caminhar pela Dome Street indo até o Dublin Castle www.dublincastle.ie

Perto da area do Dublin Castle está localizada a area de bares, onde você pode tomar a sua Guinnes no The Temple Bar, o bar mais famoso da cidade. www.thetemplebarpub.com

Por que eu não vou organizar a rota para você? Porque tudo depende de o quanto os seus +65 conseguem caminhar e têm interesse nas atrações.

Boa viagem e aproveitem!