O que esperar de Luxemburgo.

Confesso que quando fui a Luxemburgo pela primeira vez, eu não tinha expectativa alguma sobre o local. Aliás, eu não sabia nada a respeito do país. Há pouca informação na internet sobre turismo em Luxemburgo e o pouco que estudei, percebi que não era o suficiente para aquela viagem. O lugar é incrível! Ouso dizer que é um dos lugares mais bonitos que já estive, no quesito “belezas medievais”. Tudo tem cara de castelo da princesa…

O país é  extremamente limpo e conservado, é interessante quando já se passou por alguns países da Europa e é possível ser feito um comparativo quase que infantil, mas real. Sabe aquelas paredes externas de casas muito antigas europeias que parecem feitas de areia colada, que é a base de todas as igrejas, prédios públicos… como pedra? Em Luxemburgo elas clarinhas! Elas são limpas! Em geral você conhece essas pedras, areia colada, sei lá o nome do material… rsrsrs, bem escuras por causa da passagem do tempo, lá é  tão conservado que é tudo clarinho. Mas ok , vamos ver outras curiosidades.

Nesse país você pode escolher em que língua você vai se comunicar, rsrsrs, brincadeira! Mas uma coisa é verdade, eles falam ao menos três idiomas, não raro o caixa do supermercado falará quatro! Observe as bandeirinhas das caixas, aliás, a maioria dos lugares em que você precisar ser atendido por alguém terá as bandeirinhas das línguas que a pessoa fala e com sorte você vai achar um português! Eles são muitos por lá. Ok, mas digamos que não é o seu dia de sorte e você não achou um português; a língua oficial do país é o Luxemburguês, seguido do alemão e do francês! Isso! Três línguas oficiais! Mas calma vai… a grande maioria fala inglês, no stress! Você vai ouvir muito uma palavrinha: Moin! (Se diz: moian) Isso significa: Bom dia,  boa tarde ou boa noite… são práticos! Uma palavra serve para tudo, rsrsrs! Mas depois do “moin” convém você dar o seu “moin” e perguntar se a pessoa fala a sua língua de preferência. Vale mais a pena tentar fazer essa frase em francês que você já economiza um tempo… rsrsrs! ( S'il vous plaît, vous parlez portugais ou en anglais?) ou a língua que você preferir…

Mas como nunca as pessoas ouviram falar desse minúsculo e encantador país? Pois é… não sei! Mas foi ótimo descobri-lo!

Apesar de ser um país “novidade” para nós, brasileiros turistas, ele tem 963 anos! Sim vai?! Ele estava ali no mapa, mas você já ouviu alguém dizer que estava arrumando as malas para conhecer Luxemburgo? No máximo se a pessoa tem família lá….

Luxemburgo é um grão-ducado desde 1815 e é um dos membros fundadores da União Européia, Nações Unidas e OTAN. Esse país pequenininho é de uma importância geográfica incrível, ele faz fronteira com três países, Bélgica, França e Alemanha. E talvez por isso ele seja a sede do Banco Europeu de Investimentos  e do Tribunal de Justiça Europeu. Luxemburgo também é conhecido como um dos países mais ricos do mundo e com melhor qualidade de vida.

Além da paisagem incrível, das ruas de pedestres super agradáveis, museus e muita história, você pode esperar muita diversidade cultural, já que lá existem muitos imigrantes de todas as nacionalidades que vão para o grão-ducado a trabalho, seja transferência ou por simplesmente morarem nas redondezas, tipo ali pertinho, na França, rsrsrs!

Luxemburgo é um grão-ducado e o seu grão-duque chama-se Hinri, e dizem que ele ama o Brasil e passeia bastante pelo nosso país.

Você irá conhecer o único país com um grão-duque na face da Terra. Ele é o último grão ducado existente e esse se dá, com uma democracia representativa parlamentar que é exercida pelo primeiro ministro. Mas antes disso tudo, Luxemburgo pertenceu aos romanos na idade média e grosseiramente falado, a cada guerra que o mundo fazia, Luxemburgo ficava no meio de tudo isso sendo disputado por causa do seu estratégico território e ainda por conta de seus imensos túneis subterrâneos escavados nas rochas que abrigaram mais de 35.000 pessoas durante os períodos de guerras.

A melhor época do ano para se visitar qualquer cidade da Europa para mim é no outono ou primavera, e Luxemburgo não é diferente. Mas tem um porém, a cidade é muuuuuuito fria quando se aproxima o inverno, então talvez fazê-la no fim do outono não seja a melhor opção para os friorentos. A grande maioria dos passeios são feitos em torno das fortalezas, da aérea aberta da cidade e venta bastante, além do que chove com certa frequência, tenha seu guarda-chuva como seu melhor amigo se a sua viagem for perto do outono ou muito no início da primavera. O verão ainda é um opção, mas eu realmente acredito que brasileiro não precisaria pagar os preços exorbitantes da Europa para passar calor e pegar filas porque todos os europeus estarão competindo espaço com você, eles estão de férias no verão. O inverno em Luxemburgo, particularmente eu não recomendo, exceto se o seu interesse é pelos esportes de inverno, porque muitas das atrações estarão realmente fechadas.

Bom, o país é pequeninho, a cidade chamada de Luxembourg Ville é minuscula, mas há muita coisa a ser feita! Eu recomendaria três dias para se ver tudo sem entrar em todos os museus, quatro é um bom número para os amantes de arte, mas como a maioria das pessoas prefere só fazer um “bate e volta” a Luxembourg, saiba que é possível ver os principais pontos turísticos em dois dias.

Luxemburgo com crianças. É uma cidade bem amiga das famílias, mas há restaurantes que a noite não recebem crianças, portanto pergunte no momento da sua reserva. E mesmo os que aceitam crianças, se não for um restaurante bem descontraído você perceberá um certo olhar da clientela para sua criança principalmente se ela for barulhenta. Isso acontece porque o sistema de escola em Luxemburgo, a quantidade de expatriados que só contam consigo mesmo porque vive ele com a esposa e os filhos e ninguém mais da família, o sistema de babás, empregados, enfim… a rotina deles os obriga a ficar com seus filhos de fato  por muito tempo, não há muito com quem deixar as crianças e os preços de babás são bem altos, então o casal pensa finalmente em fazer algo a dois, paga um restaurante, uma babá para eles darem uma relaxada longe daquele ambiente de criança que eles vivem o tempo todo e no local tem uma criança super confortável  como se estivesse na sala da casa dela… então cuidado, não raro o garçom pedirá para que você fale com a sua criança para falar mais baixo ou algo do tipo e em casos extremos ele pode convida-lo a sair.  Não polemizemos, fica só a dica.

You might also enjoy: